Animador Musical condenado por raptar e atacar sexualmente uma mulher

Animador Musical condenado por raptar e atacar sexualmente uma mulher

18/10/2021 0 Por admin
Partilhar:

O Tribunal de S. João Novo, no Porto, condenou a 6 anos de cadeia o homem que, em outubro de 2018, raptou e atacou sexualmente uma esteticista, que tinha conhecido num casamento em julho de 2017, em que o arguido era o animador musical e a mulher convidada, prima da noiva.

Em tribunal ficou provado que na festa realizada no concelho de Gondomar, o homem entregou-lhe um pedaço de papel com o seu contacto telefónico. Meses depois, encontraram-se uma única vez e tomaram café – tendo a ofendida dito que não queria ter uma relação amorosa.

Nesse encontro, a mulher foi forçada a entrar num carro e a circular por estradas ermas durante 13 km. Depois, quando pararam, foi agredida com uma chapada e o agressor tentou manter com ela relações sexuais forçadas na mala e no capô do carro.

O arguido foi ainda condenado pelo colectivo de juízes a pagar 20 mil euros à vitima e aguarda o trânsito em julgado em liberdade.