Arrancou a segunda fase da Operação “Natal e Ano Novo 2023/2024”
Arrancou a segunda fase da Operação “Natal e Ano Novo 2023/2024”

Arrancou a segunda fase da Operação “Natal e Ano Novo 2023/2024”

Partilhar:

Combater a criminalidade e intensificar o patrulhamento rodoviário nas vias de maior tráfego durante este período, de forma a garantir as festividades e as deslocações em segurança, em todo o território nacional são os principais objetivos.

O combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária constitui-se como uma prioridade estratégica para a GNR, sendo que para isso nesta Operação estão “empenhadas várias valências da Guarda, numa ótica de complementaridade e de sinergia de várias ações de patrulhamento, sensibilização e fiscalização, de forma flexível, orientando o esforço de forma a contribuir para a diminuição da criminalidade em geral e da sinistralidade rodoviária, para garantir a fluidez do tráfego e para o promover o apoio dos utentes nas vias.”

Trata-se de uma época em que existe um aumento do movimento de pessoas em todo o Território Nacional, o que se reflete num grande aumento do tráfego rodoviário, e consequentemente, no incremento de práticas associadas a comportamentos de risco e excessos por parte de alguns condutores.

Nesse sentido, GNR intensifica o patrulhamento em locais de festividades e concentração de pessoas, zonas residenciais, de diversão, comerciais e industriais, com o objetivo de garantir a segurança e tranquilidade pública.

A GNR está particularmente atenta aos comportamentos de risco dos condutores, nomeadamente  o excesso de velocidade, a condução sob o efeito do álcool, as manobras perigosas, a correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem, a utilização indevida do telemóvel, à circulação correta na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares, bem como à incorreta ou à não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças.

A GNR aconselha os condutores a fazerem um planeamento cuidado das viagens, evitando os períodos do dia onde se prevê maior intensidade de tráfego, a descansarem convenientemente antes de efetuar a viagem e, pelo menos de 2 em 2 horas, ou sempre que exista necessidade, efetuarem curtas paragens, adequarem a velocidade às condições meteorológicas, ao estado da via e ao volume de tráfego rodoviário e a evitarem manobras que possam resultar em embaraço para o trânsito ou que, de alguma forma, possam originar acidentes.

A ideia é que todos possam adotar uma condução atenta, cautelosa e defensiva, contribuindo para a redução dos índices de sinistralidade rodoviária.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *