Associações Ambientalistas contra construção de nova linha do Metro do Porto

Associações Ambientalistas contra construção de nova linha do Metro do Porto

14/04/2021 0 Por admin
Partilhar:

Quatro associações desafiam a Agência Portuguesa do Ambiente a suspender o avanço das linhas de metro Rosa e Amarela, no Porto e em Gaia, por falta de “autorização ambiental”, mas a empresa Metro do Porto garante ter reunido “toda a documentação exigida e exigível da parte de todas as entidades”.

Para os signatários da carta aberta, o RECAPE apresentado pela Metro do Porto contraria frontalmente determinações da DIA. No caso da Linha Rosa, é exigida a preservação do Jardim de Sophia, localizado na Praça da Galiza.

Na Linha Amarela é reclamada a conservação de “um relevante” habitat de sobreiros no Monte da Virgem. “Estas disposições da DIA não são sugestões. São condições cujo cumprimento é exigido para que os projetos sejam autorizados. As Declarações de Impacte Ambiental são vinculativas”, defendem.

Esta terça-feira, à noite, a APA esclareceu que, “no quadro da sua missão e competências, a decisão de conformidade ambiental daqueles projetos [linhas Rosa e Amarela] foi emitida e comunicada à empresa Metro do Porto no dia 16 de fevereiro passado”.

Além da comunicação de 16 de fevereiro, é acrescentado que “o próximo acompanhamento dos projetos manter-se-á também através de uma Comissão de Acompanhamento Ambiental, que brevemente realizará a sua primeira reunião”.