Centro Cultural de Vale de Cambra recebe este fim de semana intercâmbio Cultural “Lendas Mil”

Centro Cultural de Vale de Cambra recebe este fim de semana intercâmbio Cultural “Lendas Mil”

07/10/2021 0 Por admin
Partilhar:

Projeto da ADRIMAG é realizado em parceria com os municípios de Arouca e Vale de Cambra e com a Academia de Música de Castelo de Paiva com o objetivo de dinamizar as aldeias e aumentar o número de visitantes.

Oficinas de expressão dramática, música e dança, tudo inspirado nas lendas e tradições das aldeias de Vale de Cambra. O Centro Cultural, em Macieira de Cambra vai receber, esta segunda e terça-feira, o projeto “Lendas mil”. 

“Lendas Mil” é um projeto cultural liderado pela ADRIMAG, a que a Câmara de Vale de Cambra de associou, com o objetivo de divulgar as lendas, tradições e riquezas da memória coletiva, num processo de valorização turística e cultural, refere a autarquia local. 

Os espetáculos e concertos sobem a palco através de expressões culturais que dão relevância aos diferentes espaços patrimoniais, naturais e culturais de cada um dos concelhos, e contam com a presença de grupos locais e nacionais. Entre eles, estão o grupo “Seiva”, o Grupo de Folclore “Terras de Arões” e o Grupo Folclórico e Etnográfico de S. Pedro de Castelões.

Os eventos são programados em rede, e Vale de Cambra recebe já os dois primeiros a 2 e 3 de outubro no Centro Cultural, em Macieira de Cambra. O evento estava programado para ser realizado na aldeia de Trebilhadouro, na freguesia de Rôge, Vale de Cambra, mas as condições meteorológicas previstas para estes dois dias, não o vão permitir. 

O projeto, decorrerá até ao próximo ano de 2022 e passará pela aldeia da Felgueira (16 e 17 de outubro) e aldeia da Pontemieiro (13 e 14 de novembro).

O projeto consiste em divulgar e promover lendas, contos, tradições, e excertos da história mais relevantes destes municípios que transformarão em palcos as suas aldeias e monumentos classificados, edifícios antigos com relevância histórica, e pontos de interesse turístico e cultural inseridos em espaços classificados da Rede Natura 2000 e Rede Mundial de Geoparques da UNESCO.

O projeto é co -financiado pelo NORTE2020 e pretende dinamizar as aldeias classificadas e suas comunidades, através do seu envolvimento na criação cultural em torno das lendas e histórias locais, mas também aumentar o número de visitantes ao território, através da criação de oferta cultural diferenciadora capacitando os agentes culturais locais, através de intercâmbios culturais, em torno das tradições de cada aldeia, refere ainda a autarquia valecambrense.