Desaconselhados banhos em praias de Matosinhos após incêndio em fábrica de tintas
Desaconselhados banhos em praias de Matosinhos após incêndio em fábrica de tintas

Desaconselhados banhos em praias de Matosinhos após incêndio em fábrica de tintas

Partilhar:

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) desaconselhou esta terça-feira a prática balnear em cinco praias de Matosinhos, no distrito do Porto, devido a um foco de poluição causado por um incêndio numa fábrica de tintas, em Leça da Palmeira.

A prática balnear foi desaconselhada nas praias do Aterro, Azul-Conchinha, Boa Nova-Senhora, Fuzelhas e Leça da Palmeira, até “as análises à água indicarem que os valores se encontram dentro dos parâmetros de referência”, divulgou esta terça-feira a Autoridade Marítima Nacional (AMN) em comunicado.

A APA e a Unidade de Saúde Pública de Matosinhos foram contactadas pelas 22:00 de segunda-feira, na sequência de um incêndio que deflagrou ao início da noite numa fábrica de tintas em Leça da Palmeira.

A Proteção Civil de Matosinhos alertou as autoridades para a possibilidade de surgir um foco de poluição no mar, devido ao rápido deslocamento das águas residuais, através do sistema de águas pluviais, até uma ribeira que desagua na praia Azul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.