É de Vila Nova de Gaia e recebeu multa de estacionamento? Atenção, pode ser burla
É de Vila Nova de Gaia e recebeu multa de estacionamento? Atenção, pode ser burla

É de Vila Nova de Gaia e recebeu multa de estacionamento? Atenção, pode ser burla

Partilhar:

A Polícia Municipal de Vila Nova de Gaia emitiu um alerta nesta terça-feira sobre possíveis tentativas de burla envolvendo multas falsas, após constatar que foram colocados avisos semelhantes a multas em veículos estacionados no concelho.

“Recebemos um alerta de um cidadão que, ao deparar-se com a suposta multa, indignou-se por considerar que não estava em infração e entrou em contacto connosco antes de efetuar o pagamento. Caso tivesse pago, o dinheiro teria desaparecido e ele teria sido alvo de uma burla”, relatou o comandante da Polícia Municipal de Gaia, Telmo Moreira, à Lusa.

Ele acrescentou que foram destacadas patrulhas para verificar a presença de “multas fraudulentas” nos veículos e está sendo emitido um alerta para que “as pessoas estejam vigilantes em relação a esses documentos, desconfiem, denunciem e, sobretudo, não efetuem qualquer pagamento”.

Os avisos em questão se assemelham a documentos de notificação de infração emitidos por empresas concessionárias de estacionamento.

Na multa falsa, é fornecida uma referência multibanco e é oferecido um desconto de 50% se o suposto valor da infração for pago dentro de 24 horas.

O documento inclui detalhes para pagamento através de multibanco, algo que não é prática comum nas multas legítimas emitidas pela Polícia Municipal, que são normalmente entregues em mãos.

As imagens de uma multa fraudulenta, supostamente emitida às 00:30 na Rua Trás Vila Nova de Gaia, e de um recibo de multa verdadeiro estão sendo compartilhadas nas redes sociais da Polícia Municipal e do Município.

A Câmara de Gaia exorta todos os cidadãos a estarem atentos a esse tipo de fraude e a não efetuarem pagamentos sem confirmar a autenticidade do documento, instando-os a denunciarem essas situações às autoridades.

Telmo Moreira informou à Lusa que o caso já foi comunicado às autoridades judiciais para a abertura de um inquérito.

“Mas o que nos importava era estancar ao máximo esta situação. Um cidadão que se conforme com a suposta autuação, ou um cidadão estrangeiro, possivelmente vai pagar logo e perde-se o rasto ao dinheiro”, insistiu o comandante.

Telmo Moreira contou que este tipo de burla já aconteceu em outras cidades e que, após fazer uma busca simples através da plataforma ‘online’ de pesquisa Google, se concluiu que os indicativos que estão no papel encontrado em Gaia são iguais ou semelhantes aos das burlas conhecidas como ‘Olá pai/olá mãe’, um tipo de esquema fraudulento que acontece por mensagem escrita, sobretudo através da aplicação ‘WhatsApp’.

Sobre este tipo de burla, no início de fevereiro a PSP revelou que em janeiro recebeu 260 denúncias relativas ao ‘Olá pai/olá mãe’ e registou mais de 360 crimes de burla informática e comunicações.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *