Eduardo Vítor Rodrigues apresenta candidatura à distrital do PS/Porto
Eduardo Vítor Rodrigues apresenta candidatura à distrital do PS/Porto

Eduardo Vítor Rodrigues apresenta candidatura à distrital do PS/Porto

Partilhar:

A três semanas das eleições para federação distrital do PS/Porto, Eduardo Vítor Rodrigues apresentou este sábado a sua candidata à presidência desta estrutura do partido, focando a sua intervenção nas eleições autárquicas de 2025, que quer começar a preparar desde já.

O atual Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e candidato à liderança do PS-Porto, elogiou Manuel Pizarro, que está de saída da federação, e diz que “vai correr com toda a força” por todos aqueles “que confiam” na sua candidatura à federação distrital do PS-Porto.

Manuel Pizarro, que estava presente na sessão de apresentação da candidatura de Eduardo Vítor Rodrigues, manifestou o apoio ao agora candidato.

Assumido e convicto regionalista, Eduardo Vítor Rodrigues dedicou a este tema boa parte do discurso de apresentação da candidatura à liderança da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista, que decorreu este sábado à tarde, na Fundação Eng. António de Almeida, no Porto, perante um lotadíssimo auditório que o ouviu afirmar que “a regionalização não é um luxo dos países ricos, desenvolvidos ou em contexto de prosperidade”.

“Ao contrário do que fazem os nossos adversários, nunca deixarei que a regionalização seja transformada num elemento de circunstância eleitoralista”, avisou o autarca de Gaia e atual número dois da Distrital, criticando a oposição social-democrata, para quem aquele instrumento “só vem a jogo quando o país está em grande prosperidade”.

“A regionalização é um instrumento de desenvolvimento e estando [o país] em crise ou não, é um instrumento de aprofundamento da qualidade de vida, de crescimento das cidades e das regiões e de emancipação das pessoas. Não estamos à espera de oportunidade para ter regionalização, porque achamos que nunca haverá suficiente prosperidade se não houver uma estratégia de regionalização no nosso país”, vincou o também presidente da Área Metropolitana do Porto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *