Exponor em Matosinhos recebe este fim de semana a Portojóia 
Exponor em Matosinhos recebe este fim de semana a Portojóia 

Exponor em Matosinhos recebe este fim de semana a Portojóia 

Partilhar:

A 31.ª edição da Portojoia reúne, de 22 a 25 de setembro, mais de uma centena de expositores na Exponor, em Matosinhos, apresentando os “avanços tecnológicos e talentos de novos criadores” do setor da joalharia.

“Após dois anos de pausa forçada por conta da pandemia, a Exponor Exhibitions renova a missão de se afirmar como um veículo de divulgação das tendências que marcam a dinâmica indústria da joalharia portuguesa”, refere hoje a organização em comunicado, salientando que o evento privilegiará a “apresentação dos avanços tecnológicos e talentos de novos criadores que estão a transformar o setor”.

Sob o mote ‘Togetherness’, aquela que se apresenta como “a principal montra ibérica de joalharia, ourivesaria e relojoaria” terá “em foco” os temas da inovação, migração digital e inclusão.

“A globalização e interculturalidade explicam a inspiração por detrás do mote da 31.ª edição do certame. ‘Togetherness’ representa uma joalharia que se afirma cada vez mais aberta, inovadora e inclusiva, destacando, através de cerca de 150 expositores e criadores, novas abordagens e novas visões, que têm no coletivo a força motriz”, enfatiza a organização.

Segundo acrescenta, “em sintonia com as necessidades do setor, a Portojoia pretende reafirmar perante as marcas e profissionais da área o apoio nas suas transições para uma indústria 4.0 e para a importância da migração digital, sem que isso represente uma desvinculação pelas formais mais tradicionais da arte”.

“A permanente evolução e expansão internacional dos mercados atribui às feiras o importante papel de reconectar pessoas, gerar oportunidades de negócio, bem como impulsionar a evolução do setor, através do conhecimento partilhado e do lançamento de novos motes de inspiração”, afirma a diretora de ‘marketing’ da Exponor, citada no comunicado.

Na sua última edição, em 2019, a Portojoia reuniu cerca de 10.000 visitantes e 150 expositores, entre os quais 30 ‘designers’ e 27 empresas oriundas de Espanha, Itália, Alemanha, Turquia, Brasil e Cabo Verde.

O setor da ourivesaria e joalharia integra perto de 4.000 empresas e 10.000 trabalhadores em Portugal, tendo exportado cerca de 110 milhões de euros em 2020, o equivalente a um sexto do volume de negócio total do setor, que ascendeu a 663 milhões de euros.

Entre os principais destinos de exportação deste ‘cluster’ estão França, Espanha, Alemanha, Suíça, Estados Unidos e Hong-Kong, destacando a Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal (AORP) a ainda “larga margem para crescimento” das vendas para o exterior, “em particular ao nível do mercado asiático”, onde o Médio Oriente se assume como “uma espécie de porta de acesso a esta área geográfica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.