Gondomar vai acolher a 9.ª edição do Encontro Internacional de Marionetas
Gondomar vai acolher a 9.ª edição do Encontro Internacional de Marionetas

Gondomar vai acolher a 9.ª edição do Encontro Internacional de Marionetas

Partilhar:

A abertura do Ei! Marionetas será com a companhia búlgara [Puppet’s Lab Theatre] que virá com o espetáculo ‘Voo da Toupeira’. é uma abertura para um público adulto […], apesar de o Ei! Marionetas estar muito mais direcionado para um público familiar”, disse à agência Lusa Clara Ribeiro, diretora artística do Encontro Internacional de Marionetas.

O “Voo da Toupeira”, que tem estreia nacional marcada para o Auditório Municipal de Gondomar no dia 30 de junho, conta a história de uma toupeira que percebeu que não saia do seu buraco há anos e que não sabia se sobreviveria lá fora e nem sequer se lembrava de como era o mundo, lê-se no dossiê de imprensa.

De acordo com a organização, o festival “decorre sob o signo da reflexão sobre as alterações climáticas, a preocupação pelas questões de identidade e património e que vai versar ainda a problemática da sociedade de consumo e alienação em que nos estamos a tornar”.

À margem da conferência de imprensa que decorreu hoje no Auditório Municipal de Gondomar, Clara Ribeiro destacou também o espetáculo de encerramento: “O Homem Forte”, da companhia francesa Bitonio e do criador Anthony Mainguet.

O espetáculo, que vai utilizar figuras de tamanho real de madeira e aço, acontece dia 09 de julho, na Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira, e conta a história de um marionetista “ansioso e altamente imaginativo” que vai criar uma criatura dotada de força sobrenatural e que o vai ajudar a ressuscitar uma noiva.

“Oráculo F.M.”, da companhia espanhola Vudu Teatro, é também uma estreia nacional que Clara Ribeiro destacou. O espetáculo acontece a 02 de julho, no Auditório Municipal e vai contar “uma viagem poética, visual e pós-apocalíptica onde o teatro gestural, a manipulação de objetos, as sombras, e a domesticação das radiofrequências misturam-se ao vivo e em direto”, lê-se no dossiê de imprensa.

“A Fada Amarelinha”, da autoria de criadora belga Fanny Alet, é outra estreia nacional, a 08 de julho, no Auditório de Gondomar, e vai contar a história de uma menina chamada Cindy que cresce cercada de monitores.

“Teatro de Robertos”, do Teatro e Marionetas de Mandrágora, que acontece dia 01 de julho no Passadiço de Gramido, “Os Cachos do meu cabelo”, do Teatro Regional da Serra do Montemuro, também a 01 de julho do Auditório municipal de Gondomar, “Cordão”, da Fértil Cultural, dia 02 de julho no Auditório, “Dura Dita Dura”, do Teatro de Ferro, no dia 07 de julho, no Auditório, são outros espetáculos previstos do EI Marionetas.

A 9.º Edição do Ei! Marionetas vai ter num total de 50 atividades, incluindo oficinas, jogos e exposições em paralelo aos espetáculos.

Os espetáculos e atividades do festival são gratuitos, embora seja preciso reservar no caso dos espetáculos de sala fechada, avisou a organização.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *