Imigrantes ilegais burlados por pastor evangélico em Vila do Conde
Imigrantes ilegais burlados por pastor evangélico em Vila do Conde

Imigrantes ilegais burlados por pastor evangélico em Vila do Conde

Partilhar:

O pastor de uma igreja evangélica assim como a sua mulher são suspeitos de terem burlado dezenas de cidadãos brasileiros a quem prometiam legalização e trabalho em Portugal. O casal foi constituído arguido pelo SEF por crimes de auxílio à imigração ilegal, falsificação de documentos e burla qualificada.

Para já, foram identificada uma dezena de vítimas do casal, mas a investigação acredita terem sido cerca de 70 os cidadãos brasileiros vítimas do esquema.

O casal, de origem brasileira mas naturalizado português, aliciava imigrantes do lado de lá do Atlântico. A troco de 1500 euros, prometia trabalho, alojamento e legalização. Os brasileiros chegavam a Portugal com um visto de turismo e um termo de responsabilidade passado pela igreja evangélica gerida pelo pastor. Esse documento era exibido às autoridades na fronteira, em caso de controlo.

Mas depois de estarem em Vila do Conde, os emigrantes não obtinham nem legalização, nem trabalho. Apenas o alojamento era garantido, mas em locais com fracas condições de habitabilidade.

A investigação do SEF já tem cerca de três anos e na terça-feira foram realizadas buscas na Assembleia de Culto e na residência do casal, em Vila do Conde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.