“Infanta” veio conhecer a Viagem Medieval a Santa Maria da Feira
“Infanta” veio conhecer a Viagem Medieval a Santa Maria da Feira

“Infanta” veio conhecer a Viagem Medieval a Santa Maria da Feira

Partilhar:

Sete anos depois de ter recebido o título simbólico de ‘Infanta da Terra de Santa Maria’ e um passe vitalício de acesso gratuito à Viagem Medieval em Terra de Santa Maria, recriação histórica de Santa Maria da Feira, a tondelense Alexandra Quintãs visitou pela primeira vez o evento, a convite do Município feirense, no dia em que completou 7 anos.

A ‘infanta’ nasceu no Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga – Hospital de São Sebastião a 7 de agosto de 2016, último dia da 20ª edição da Viagem Medieval, sendo, por isso, uma das 68 crianças agraciadas com o título de ‘infante/a’ e ‘salvo-conduto’ vitalício, atribuídos a todos os bebés nascidos durante o período do evento, que decorreu entre 27 de julho e 7 de agosto.

Acompanhada pela família, a ‘infanta’ visitou pela primeira vez a Viagem Medieval esta segunda-feira, 7 de agosto, conheceu algumas das áreas temáticas do recinto, assistiu a espetáculos em diferentes palcos e interagiu com personagens históricas.

No momento reservado aos parabéns, a pequena Alexandra foi presenteada com um ‘bolo’ de aniversário especial: a tradicional Fogaça, pão doce secular de Santa Maria da Feira, que cortou à mão, como manda a tradição, e degustou, juntamente com os pais e o irmão de 17 anos.

A família Quintãs partiu para Tondela “de coração cheio”, depois de uma tarde e noite repletas de vivências e experiências no recinto da Viagem Medieval. Levaram na memória “a delicadeza, a amabilidade e a simpatia” das gentes da Feira, “sobretudo os sorrisos” que receberam em todos os locais por onde passaram, como fez questão de sublinhar a mãe, Clara Ferreira, recordando ainda o “tratamento de excelência” que teve na maternidade do Hospital de São Sebastião aquando do nascimento da filha.

Carlos Quintãs, o pai da menina, agradeceu a disponibilidade do Município de Santa Maria da Feira, em particular do presidente da Câmara, Emídio Sousa, “rara nos dias correm”, elogiando ainda a atenção permanente do staff que acompanhou a família.

A ‘infanta’ foi recebida na estalagem da organização da Viagem Medieval, num momento simbólico que contou com a presença do edil feirense e de representantes do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, empresa municipal Feira Viva, Federação das Coletividades do Concelho e Sociedade de Turismo de Santa Maria da Feira.

Emídio Sousa lembrou que o passe de acesso à Viagem Medieval, atribuído em 2016, assume particular importância para as crianças e jovens que não residem nem estudam no concelho, uma vez que os feirenses e estudantes no território têm agora entrada gratuita no recinto do evento, desde o pré-escolar ao ensino secundário.

Até 13 de agosto, o centro histórico de Santa Maria da Feira recua à Idade Média para uma viagem apaixonante ao reinado de D. João I, recriando acontecimentos épicos da História de Portugal.

Na sua 26ª edição, a Viagem Medieval em Terra de Santa Maria conquista novos palcos e novas expressões artísticas, recupera espetáculos de grande intensidade e emoção, reforça o ambiente festivo em todo o recinto.

São 12 dias de vivências e experiências únicas em torno de um contexto histórico riquíssimo, que remete para Aljubarrota, para a independência, expansão e sentido português.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *