Liga Pro Skate estreia em Portugal e a primeira fase tem início no Porto

Liga Pro Skate estreia em Portugal e a primeira fase tem início no Porto

03/05/2021 0 Por admin
Partilhar:

TEXTO: Beatriz Cação, Laryssa Assis, Maria Inês Ferreira e Magda Santos – UFP

A apresentação da primeira edição da Liga Pro Skate realizou-se no Porto no passado dia 29 abril, no Parque Desportivo de Ramalde/INATEL, com a presença de Agostinho Silva, Presidente adjunto da Federação de Patinagem em Portugal, de Catarina Araújo, vereadora do Pelouro da Juventude e Desporto da CM Porto.

A Câmara Municipal do Porto associou-se à Federação de Patinagem do Porto para criar um novo circuito anual que contará com sete etapas, a primeira será realizada no Porto, do dia 6 a 9 de maio, para além das competições, o evento também contará com modalidades interativas, mas devido às restrições da pandemia COVID-19, o evento será restrito aos atletas. Esta é a etapa mais importante visto que é a final do campeonato nacional para o ranking mundial. 

Plano de Execução da Prova

6 e 7 de maio – Treino dos atletas (será realizado de forma gradual e por grupos). 

8 de maio – Liga Nacional das 09:00 às 15:00 (serão selecionados os rapazes escalões a participar na liga pro skate).

Open Qualifier

9 de maio – Meias finais da competição no período da manhã

Finais das 14:00 as 18:00

Entrega de Prémios das 18:00 as 19:00

As etapas seguintes vão se realizar em Aveiro, Almada, Cascais, Faro e Lisboa que vai contar em simultâneo com o Campeonato da Europa 2021.

A criação deste projeto vai possibilitar a promoção da modalidade e preparar a estreia no programa olímpico. Todas as etapas vão ser importantes uma vez que vão contar para a qualificação dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O objetivo da Liga é impulsionar o Skate Nacional a nível do seu conhecimento e notoriedade, para além de dar condições para os novos atletas que surgirão com as mudanças que foram realizadas.

Segundo Agostinho Silva, Presidente adjunto da FPP, “o skate está previsto para ser uma das 10 modalidades de melhor visibilidade e em Paris 2024 poderá estar nas 5 modalidades de maior audiência.”

Em Portugal, têm sido criadas condições para desenvolver e promover o skate como desporto e por isso é que Jorge Simões criou a Liga Pro Skate, que conta com 6 a 7 campeonatos nacionais e 7 internacionais, com a finalidade de representar a seleção nacional nos Estados Unidos e como objetivo de assegurar um lugar nos jogos olímpicos.

Este ano a Liga Pro Skate criou uma prova de formato olímpico e também a possibilidade de escalões amadores participarem no evento para o ranking do mundo antes da liga onde serão selecionados os 3 primeiros de cada escalão. Outras novidades são a criação de notas em direto, o streaming do campeonato através da plataforma TV da Federação de Patinagem em Portugal e também será feito um direto através da SportTV. 

De acordo com, Agostinho Silva, temos ótimos atletas que vão conseguir resultados positivos, “Neste momento temos o Gustavo Ribeiro no top 3 do mundial e já classificado para os Jogos Olímpicos, há ainda a possibilidade de juntar ao Gustavo mais um atleta nacional”, no caso tudo aponta para seja Jorge Simões, Gabriel Ribeiro (Lisboa) e Bruno Sierra (Almada).  

Quando confrontada com algumas questões de Agostinho Silva sobre o crescimento da modalidade e sobre um possível apoio para Madu Teixeira, a vereadora Catarina Araújo afirmou que foi um gosto “apostar nesta modalidade pois, percebemos que havia uma grande comunidade do skate e não tínhamos uma estrutura desportiva com estas condições, com esta qualidade, nem com esta segurança que é uma preocupação muito nossa”. Salientou ainda que o Skate Park do Parque Desportivo de Ramalde nasceu da vontade de dar uma resposta ao que obteve um sucesso surpreendente. 

O parque ainda poderá, contar com novidades como uma piscina e outros tipos de obstáculos, que contribuirão para o despertar do interesse dos jovens para essa modalidade juntamente com as aulas que já foram oferecidas e continuarão a existir para que haja um futuro ainda maior neste desporto.

O final da Conferência de Imprensa ficou marcado com o pedido especial de Agostinho Silva à vereadora, de um possível apoio da autarquia a Madu Teixeira, para que consiga ser uma atleta mais reconhecido, ao qual a vereadora respondeu que iria fazer o possível para o apoiar, deixando assim uma nova esperança para o Skate Nacional.

FOTO: Beatriz Cação