Luís Montenegro indigitado como Primeiro-Ministro de Portugal
Luís Montenegro indigitado como Primeiro-Ministro de Portugal

Luís Montenegro indigitado como Primeiro-Ministro de Portugal

Partilhar:

Luís Montenegro, eleito pela Aliança Democrática (AD), foi indigitado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para o cargo de primeiro-ministro, esta quinta-feira às 0h18. Montenegro já tinha estado no Palácio de Belém no dia anterior, mas regressou sozinho, desta vez para se reunir com o Presidente da República.

Segundo comunicado oficial da presidência, após ouvir os partidos e coligações que concorreram às eleições de 10 de março para a Assembleia da República, e considerando que a Aliança Democrática obteve a maioria dos mandatos e votos, e que o Secretário-Geral do Partido Socialista confirmou ser líder da Oposição, o Presidente da República decidiu indigitar Luís Montenegro como primeiro-ministro, aguardando a apresentação da estrutura e composição do XXIV Governo Constitucional.

Em declarações aos jornalistas, Montenegro explicou que era crucial fazer a nomeação naquele momento, apesar da hora tardia, devido a uma reunião agendada para o dia seguinte com a presidente da Comissão Europeia e os líderes de partidos do Partido Popular Europeu.

O líder do PSD justificou que seria inviável ser indigitado pela manhã e que era vantajoso participar nessas reuniões já como primeiro-ministro nomeado. Acordou com o Presidente da República que, dentro de uma semana, no dia 28, apresentará a composição do futuro governo, e a tomada de posse está marcada para 2 de abril.

Montenegro não respondeu a perguntas, despedindo-se e desejando a todos “um bom trabalho e bom descanso”.

Foto: PSD

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *