Maia alarga recolha seletiva de resíduos
Maia alarga recolha seletiva de resíduos

Maia alarga recolha seletiva de resíduos

Partilhar:

A Maia vai alargar a recolha seletiva porta a porta em edifícios que não possuem compartimentos de resíduos no interior. Nesse contexto, está em curso uma campanha de sensibilização junto dos residentes de mais de 600 habitações no concelho, visando “promover a recolha seletiva multimaterial dedicada”.

Para garantir que as famílias aderem à solução “ambientalmente mais adequada” estão a ser distribuídos os “equipamentos necessários à correta separação e deposição dos resíduos, nomeadamente, sacos reutilizáveis para a reciclagem”, explica a Lipor, empresa intermunicipal que trata do lixo de oito concelhos da Área Metropolitana: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

“Cada conjunto habitacional terá acesso, através de uma chave própria, a contentores exclusivos, instalados nos compartimentos exteriores de resíduos (armários metálicos) para a reciclagem de embalagens de papel/cartão, de plástico/metal e de vidro, contribuindo desta forma para a promoção da Economia Circular e Combate ao Desperdício”, acrescenta o comunicado da Lipor, que anualmente recebe 500 mil toneladas de resíduos urbanos, produzidos nos oito concelhos associados.

“O alargamento deste projeto vem trazer vantagens individuais a todos os maiatos e contribuirá para o alcance do desígnio estabelecido pela Câmara Municipal de alcançar sustentabilidade integral no território concelhio”, observou Marta Peneda, presidente do Conselho de Administração da empresa municipal da Maiambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *