Multinacional finlandesa avança com projeto de hidrogénio verde na Maia
Multinacional finlandesa avança com projeto de hidrogénio verde na Maia

Multinacional finlandesa avança com projeto de hidrogénio verde na Maia

Partilhar:

Texto escrito por Tiago Veríssimo Pereira

A multinacional da Finlândia Wärtsilä, anunciou que vai colaborar com a Capwatt, empresa do grupo Sonae Capital, para testar um combustível de mistura de gás natural e hidrogénio, no campus da Capwatt na Maia,

Este projeto inovador arranca no primeiro trimestre de 2023 e têm o objetivo de testar misturas até 10% do volume de hidrogénio verde, de acordo com o comunicado do grupo finlandês.

Atualmente, central da Sonae já conta com um equipamento da gigante finlandesa para alimentar o campus do grupo e a rede nacional. No entanto, com este projeto o equipamento irá ser aperfeiçoado, passando de operar com 3% para 10% de hidrogénio.

Para tal “serão feitas modificações no motor, bem como no sistema de controlo”. A Capwatt pretende produzir hidrogénio verde utilizando um eletrólito, alimentado por energia renovável”, informa a nota de imprensa.

O comunicado acrescenta que “o projeto está em linha com a Estratégia Nacional de Hidrogénio, que visa aumentar a quota de hidrogénio no consumo de energia em 5% até 2030 no setor da indústria”.

Durante a próxima década, o objetivo dos finlandeses é contar com “2,0 a 2,5 GW de capacidade instalada de produção de hidrogénio e ter 10 a 15% de hidrogénio injetado na rede de gás natural”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.