Músicos e lojistas do centro comercial Stop manifestaram-se em frente à Câmara Municipal do Porto
Músicos e lojistas do centro comercial Stop manifestaram-se em frente à Câmara Municipal do Porto

Músicos e lojistas do centro comercial Stop manifestaram-se em frente à Câmara Municipal do Porto

Partilhar:

Os músicos e lojistas do centro comercial Stop, no Porto, concentraram-se na manhã desta terça-feira (25 de julho), em frente à Câmara Municipal para demonstrar a importância daquele “polo cultural”, onde na semana passada foram encerradas mais de uma centena de lojas. 

O encerramento na terça-feira passada de mais de uma centena de lojas do Stop levou os músicos e lojistas a convocarem uma manifestação para hoje, dia em que decorre a reunião do executivo municipal. 

Enquanto centenas de artistas do Stop protestavam em frente à Câmara do Porto, na tarde desta segunda-feira, o condomínio do centro comercial reuniu com o Executivo e concordou com as propostas para reabrir os espaços. A decisão fica agora a depender dos artistas e lojistas.

“É urgente acedermos às salas neste momento. Estamos numa época alta e precisamos de trabalhar, de fazer espetáculos e concertos. É nesta altura que nós precisamos dos espaços”, acrescentou Rui Guerra, da Associação dos Músicos do Stop.

Foto: Carlos Carneiro

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *