Obras na Ponte D. Luiz I iniciam e vão condicionar o trânsito até dezembro

Obras na Ponte D. Luiz I iniciam e vão condicionar o trânsito até dezembro

07/10/2021 0 Por admin
Partilhar:

As obras na Ponte Luiz I, que liga Porto e Gaia, vão afetar, pelo período de um ano, as linhas 900, 901, 906 e 11M da STCP que admite ainda constrangimentos em outras linhas devido às obras do metro.

Em resposta à Lusa, a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) refere que o encerramento ao trânsito do tabuleiro inferior da Ponte Luiz I, para obras de manutenção, “implicará a impossibilidade de fazer a travessia, em ambos os sentidos, com as linhas 900, 901, 906 e 11M, pelo período de um ano”.

Também com o avançar das obras de alargamento da rede de Metro no Porto, e em Vila Nova de Gaia, a operadora de transporte público ficará, a breve prazo, impedida de manter os percursos habituais na baixa do Porto, encontrando-se a estudar soluções.

“Consciente das repercussões que estes constrangimentos de circulação têm na operação diária da rede STCP e do impacto provocado no dia-a-dia dos seus passageiros, a empresa encontra-se já a estudar soluções que viabilizem a mobilidade dos seus clientes juntamente com as autarquias de Porto e Gaia“, refere a STCP em resposta à Lusa.

Atempadamente, serão indicadas quais as linhas que sofrerão alterações de percurso e as soluções encontradas para amenizar os efeitos causados por estas obras na Ponte D. Luiz I e de alargamento da rede de metro.

De acordo com a Infraestruturas de Portugal (IP), o trânsito no tabuleiro inferior da Ponte Luiz I vai encerrar a partir de 14 de outubro para trabalhos de reabilitação que visam, entre outros, reparar um conjunto de anomalias já identificadas, a maioria das quais relacionada com a corrosão superficial de elementos metálicos e outras que venham a ser identificadas no decorrer das obras.

Em comunicado enviado à Lusa na quarta-feira, a IP referiu que, para minimizar os impactos desta intervenção, será permitida a passagem de peões em situação condicionada, através de plataformas montadas para o efeito.

Numa nota publicada, no mesmo dia, na sua página oficial, a Câmara do Porto indicava que o tráfego automóvel será encaminhado por percursos recomendados, acrescentando que quem circular na zona da Ribeira ou zona central do Porto, e pretender aceder à margem de Vila Nova de Gaia, deverá seguir em direção à Ponte do Infante.

Já o trânsito proveniente da zona oriental da cidade será encaminhado para a Ponte do Freixo, ao passo que o tráfego rodoviário da zona ocidental terá como acesso preferencial a Ponte da Arrábida, continua a autarquia.

Todas estas recomendações estarão devidamente sinalizadas pela Câmara do Porto, que colocará, durante os próximos dias, sinalização adequada para o efeito.

A STCP assegura o transporte coletivo público rodoviário de passageiros na Área Metropolitana do Porto, em regime de exclusividade dentro dos limites do concelho do Porto, e no regime geral de concessão nos concelhos limítrofes – Matosinhos, Maia, Valongo, Gondomar e Vila Nova de Gaia.