Origem do Dia de Todos os Santos
Origem do Dia de Todos os Santos

Origem do Dia de Todos os Santos

Partilhar:

O Dia de Todos os Santos, que se celebra esta terça-feira, 1 de novembro, existe para nos lembrar que “todos somos chamados à santidade”, afirma o liturgista João Peixoto. O sacerdote explica as origens desta solenidade e também do Dia dos Fiéis Defuntos, que se assinala na quarta-feira, dia 2.

O padre da Diocese do Porto sublinha a relevância da data para a Igreja Católica, lembrando que “a celebração de Todos os Santos é uma solenidade, o grau supremo da festividade na nossa Igreja Católica, no nosso rito romano”.

“Temos as simples memórias, temos as festas e temos no topo as solenidades. E para a Igreja em Portugal e em muitos países de tradição cristã é dia Santo de preceito. Quer dizer, os cristãos são santificados pela participação na eucaristia e dão glória a Deus pela participação na eucaristia. É um dia como dizemos de ir à missa”, esclarece o sacerdote, que integra o Secretariado Diocesano de Liturgia da Diocese do Porto.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *