Porto e Gondomar com projeto de 24 milhões euros para comunidades desfavorecidas
Porto e Gondomar com projeto de 24 milhões euros para comunidades desfavorecidas

Porto e Gondomar com projeto de 24 milhões euros para comunidades desfavorecidas

Partilhar:

Texto escrito por Tiago Veríssimo Pereira

No âmbito do PRR, os municípios do Porto e Gondomar vão apoiar as comunidades mais desfavorecidas e vulneráveis com uma verba de 24 milhões de euros.

O vereador da Coesão Social da Câmara do Porto, Fernando Paulo, adiantou que foi apresentada, no âmbito do programa de comunidades desfavorecidas do PRR, uma candidatura conjunta com o município de Gondomar. Os dois municípios aguardam, segundo o vereador, que a AMP, juntamente com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte), “abra os avisos de candidatura, uma vez que as grandes linhas de ação já foram apresentadas e o programa foi aprovado”.

Em função de um “diagnóstico já realizado”, os dois municípios vão atuar, cimentar medidas e desenvolver ações específicas nos territórios com “maiores vulnerabilidades” que os unem.

Além de ações conjuntas, tanto o Porto, como Gondomar vão desenvolver “ações específicas de cada um dos municípios”.

No caso do Porto, o vereador Fernando Paulo garantiu que, à semelhança do programa AIIA — Abordagem Integrada para a Inclusão Ativa –, o projeto vai “olhar para a cidade no seu todo” e abranger diferentes áreas, como a da coesão social, saúde, habitação, emprego e cultura.

Fernando Paulo destacou ainda que, fruto da pandemia da Covid-19 e da guerra na Ucrânia, a “crise social tem-se vindo a agravar” e que tal “convoca e mobiliza” os municípios para desenvolver “medidas e ações que não deixem ninguém para trás”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.