Primeiro evento de café junta especialistas no Porto no final do mês
Primeiro evento de café junta especialistas no Porto no final do mês

Primeiro evento de café junta especialistas no Porto no final do mês

Partilhar:

Na última semana de outubro, entre os dias 26 e 31, a Invicta é palco do primeiro evento de café de especialidade na cidade, o «Porto Coffee Week». Mais do que um festival, esta é uma celebração da cultura do café, que promete conquistar os portuenses e visitantes.

Segundo a nota de imprensa, “a iniciativa vai contar com palestras, workshops e concursos espalhados pela cidade, entre escolas, faculdades, cafés e espaços de restauração”. A organização destaca, no documento, a talk com Lance Hedrick sobre como montar o «coffee bar» perfeito em casa, a palestra de Hugo Ferraz sobre o papel e trabalho do barista e o workshop de Latte Art com Carmen Clemente.

Durante esta semana dedicada ao café vão ser abordados outros temas “como a importância das redes sociais na restauração, a produção sustentável de café, o papel da mulher neste mercado, o panorama do consumo de café em Portugal, técnicas para aprender a avaliar o café e o seu sabor, entre muitos outros”.

Do programa constam também alguns momentos informais, “como a kick-off party na cervejaria Catraio e a «Halloween After Party» no Torto”. O evento pretende ser, assim, “um espaço potenciador de relações, entre e fora dos «players» do mercado, e expandir o universo do café a partir de uma experiência sensorial comum”.

Mais de 3 em cada 4 portugueses toma diariamente café. Existem no país vários estabelecimentos dedicados ao consumo do mesmo, ainda que com a pandemia várias pessoas optaram por bebe-lo em casa. Paralelamente, começa a surgir uma maior preocupação com o saborear um bom café e as cafetarias de especialidade começam a ganhar espaço no país, sendo o Porto uma referência nesta mais recente tendência.

Neste sentido, e tendo em conta estes fatores, o «Porto Coffee Week» tem ainda como objetivo “propor uma forma diferente de pensar e consumir o café, onde a lentidão e os sentidos são valorizados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *