Prisão preventiva por matar ex-mulher no Porto

Prisão preventiva por matar ex-mulher no Porto

16/03/2021 0 Por admin
Partilhar:

Ana Miranda, 31 anos, vai aguardar na cadeia o julgamento pela morte, à facada, da ex-mulher, Catarina Gonçalves, de 25, num contexto de violência doméstica.

Este sábado, 13 de março, Catarina Gonçalves foi morta à facada pela ex-mulher. No meio de uma discussão, Ana Miranda, 31 anos, esfaqueou a ex-companheira no peito e no pescoço com uma faca de cozinha, abandonou-a junto à zona do Amial, na cidade do Porto, e entregou-se posteriormente na esquadra do Bom Pastor.

As duas mulheres mantiveram um relacionamento de sete anos, mas Catarina acabou por pedir o divórcio em julho de 2020, depois de ser vítima de violência doméstica. Sem aceitar a separação, Ana Miranda perseguiu a antiga companheira durante oito meses, em casa e no trabalho, e acabou por a assassinar este fim de semana.

Há cerca de dois meses, Catarina tinha-se mudado para o Porto — era natural de Vila Nova de Gaia — para fugir à ex-mulher, contaram familiares da vítima ao “Correio da Manhã”. No entanto, a mudança revelou-se infrutífera, dado que Ana Miranda era vista várias vezes junto à casa de Catarina.

Por decisão do Juiz do Tribunal do Porto, vai aguardar julgamento em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo, Matosinhos.

Foto: DR