S. João da Madeira assume compromisso Zero Resíduos até 2030
S. João da Madeira assume compromisso Zero Resíduos até 2030

S. João da Madeira assume compromisso Zero Resíduos até 2030

Partilhar:

S. João da Madeira, Guimarães e Vila de Rei vão ser pioneiros na subscrição de um compromisso Zero Resíduos, no âmbito de uma certificação à escala europeia promovida pela organização europeia sem fins lucrativos Mission Zero Academy (MiZA), impulsionada pela Zero Waste Europe e pela ZERO, à escala nacional.

Com este compromisso, os Municípios pretendem, até 2030, prevenir a produção de resíduos, promovendo a reutilização, a compostagem doméstica e compostagem comunitária, bem como um sistema de recolha seletiva mais eficaz e eficiente.

Neste âmbito, S. João da Madeira assumiu os seguintes objetivos até 2030:

  • reduzir a quantidade de resíduos urbanos indiferenciados para 100 kg por habitante por ano;
  •  reduzir a quantidade total de resíduos produzidos para 410 kg por habitante por ano;
  •  recolher seletivamente 75% dos resíduos recicláveis;
  • possuir recolha porta-a-porta das frações embalagens e orgânica em todo o território;
  • substituir o sistema de tarifário atual por um justo, assente no princípio do poluidor pagador-PAYT.

Agenda ambiental é prioridade

Jorge Vultos Sequeira, Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, salienta que “a agenda ambiental está entre as grandes prioridades do Município, que vem dando passos no sentido de um desenvolvimento cada vez mais sustentável e humanizado, com respeito pelas pessoas, pelo planeta e pela biodiversidade”.

Para o autarca, o compromisso Zero Resíduos constitui “um pilar nesse processo, traduzindo a determinação do nosso Município em assumir metas concretas na área ambiental, para fazer de S. João da Madeira uma cidade cada vez mais verde e com uma menor pegada ecológica.

Jorge Vultos Sequeira sublinha que S. João da Madeira tem como “objetivo alcançar a neutralidade carbónica no ano de 2030, nos termos do Plano para a Transição Energética do concelho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.