“Sábados ao Parque” em Vila Nova de Gaia Promete Atividades para Todos até Janeiro
“Sábados ao Parque” em Vila Nova de Gaia Promete Atividades para Todos até Janeiro

“Sábados ao Parque” em Vila Nova de Gaia Promete Atividades para Todos até Janeiro

Partilhar:

Cinema ao ar livre, aulas de atividade física e mercados são algumas das iniciativas do programa “Sábados ao Parque”, apresentado esta quinta-feira em Vila Nova de Gaia. Este programa visa atrair a população aos parques da cidade do distrito do Porto, oferecendo diversas atividades gratuitas de junho até janeiro do próximo ano.

Segundo comunicado da Câmara de Gaia, o objetivo principal é proporcionar aos residentes do concelho encontros na natureza, onde possam exercitar o corpo, a mente e a alma. A autarquia, liderada pelo socialista Eduardo Vítor Rodrigues, destaca a importância de quebrar o isolamento e aumentar o bem-estar emocional dos participantes, preparando-os para enfrentar os desafios do dia a dia.

As atividades do “Sábados ao Parque” incluem aulas abertas, cinema ao ar livre, oficinas, conversas e um mercado, distribuídos pelos parques do Vale de S. Paio e da Ponte Maria Pia – Fitness Park. Uma vez por mês, as atividades ocorrem no Parque da Lavandeira (em junho, dia 22) e no Parque Biológico (29 de junho).

Este projeto foi possível graças a uma candidatura à rubrica dedicada às Operações Integradas em Comunidades Desfavorecidas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). A autarquia destaca que todas as atividades terão como temas a sustentabilidade ambiental e o bem-estar da população. No total, estão programadas mais de 150 iniciativas, com especial enfoque em oficinas (64) e aulas abertas (70).

Os temas das atividades mudarão ao longo dos meses, com programação já definida para “Sábados Saudáveis”, “Sábados Sustentáveis”, “Sábados com Vida”, “Sábados a Educar”, “Sábados a Liderar” e “Sábados a Cuidar”.

O cinema ao ar livre terá uma lotação máxima de 350 participantes, enquanto os concertos privilegiarão artistas nacionais. O mercado funcionará das 09h às 18h, com cerca de duas dezenas de stands de produtos de agricultura biológica, reciclagem ou artesanato criado por pessoas com deficiência e instituições de solidariedade.

As oficinas, com duração de cerca de uma hora e meia, terão um máximo de 40 participantes. As aulas abertas, com lotação máxima de 50 participantes, terão uma duração de 35 a 50 minutos, abrangendo áreas como desporto, artes marciais, dança e meditação.

Com esta iniciativa, a Câmara de Gaia espera promover a convivência, a saúde e a sustentabilidade, oferecendo momentos de lazer e aprendizado para toda a comunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *