São João da Madeira apoia pela primeira vez projeto de Sopa Solidária
São João da Madeira apoia pela primeira vez projeto de Sopa Solidária

São João da Madeira apoia pela primeira vez projeto de Sopa Solidária

Partilhar:

É a primeira vez que o Rotary Club de S. João da Madeira vai receber um subsídio camarário destinado ao projeto Sopa Solidária. E tal acontece porque os tempos que se vivem não são fáceis. Bem pelo contrário.

A autarquia aprovou o apoio de um subsídio extraordinário no valor de 1.000 euros.

A Sopa Solidária é um projeto da Universidade Sénior do Rotary Club de S. João da Madeira iniciado em 2011 com o objetivo de apoiar pessoas ao nível alimentar. Começou com cerca de 18 pedidos que atingiram os 31 devido à crise financeira e social que afetou o país. Com a recuperação económica vieram alguma estabilidade e a diminuição do número de sopas solidárias. Porém, os pedidos do ano passado estavam ao mesmo nível de quando começou o projeto. No ano em que completa uma década de existência, a Sopa Solidária vê o número de pedidos de ajuda alimentar a aumentar muito provavelmente devido aos efeitos de uma nova crise, desta vez, provocada por um vírus.

Em fevereiro de 2020, a Universidade Sénior estava a entregar 14 sopas ao domicílio e a deixar quatro a seis nos frigoríficos solidários instalados no Centro Coordenador de Transportes e na Biblioteca de Fundo de Vila. Depois de uma paragem forçada pela pandemia, a Sopa Solidária voltou a ser feita pelas voluntárias da Universidade Sénior desde o dia 29 de março de 2021. Desde então, a Junta de Freguesia tem ajudado na distribuição das sopas solidárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.