Trabalhos de remoção de resíduos em São Pedro da Cova retomam a 27 de junho
Trabalhos de remoção de resíduos em São Pedro da Cova retomam a 27 de junho

Trabalhos de remoção de resíduos em São Pedro da Cova retomam a 27 de junho

Partilhar:

 Vão ser retomados na próxima segunda-feira, dia 27 de junho, os trabalhos de remoção de resíduos perigosos depositados nas escombreiras das antigas minas de São Pedro da Cova, em Gondomar, tendo em vista a sua conclusão em definitivo. Esta operação no terreno ocorre após o visto prévio do Tribunal de Contas para a extensão do contrato, obtido no passado mês de maio.

 Esta extensão de trabalhos, com um valor previsto de dois milhões de euros, resulta da recente identificação de mais 17.000 toneladas de resíduos no local, situadas em depressões do terreno com área e profundidade apreciáveis ou relativas a vários maciços ferrosos (também contaminados), com densidade cerca de cinco vezes superior à densidade média da massa dos resíduos.

 Os trabalhos complementares previstos no local serão agora plenamente retomados e remontado todo o estaleiro de obra, sendo a duração estimada para a sua conclusão de quatro meses. Estes trabalhos complementares já haviam sido autorizados pelo Governo através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 16/2022, de 27 de janeiro de 2022, representando um investimento adicional de dois milhões de euros.

Até à data, foram removidos das antigas minas de São Pedro da Cova 275.300 toneladas de resíduos perigosos, depositados no local há 20 anos, num investimento superior de 27 milhões de euros, financiados pelo Fundo Ambiental e por fundos comunitários. O Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) é a entidade responsável pelos estudos de medição e caracterização dos resíduos depositados nas antigas minas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.