Zablon Chumb bate recorde da Maratona do Porto

Zablon Chumb bate recorde da Maratona do Porto

07/11/2021 0 Por admin
Partilhar:

Melhores Portugueses (Masculinos e Femininos) divididos entre Santo Tirso e Santa Maria da Feira

O regresso da Maratona do Porto foi verdadeiramente emocionante. Depois da edição de 2020 ter sido adiada, a prova rainha do atletismo voltou à estrada ainda mais forte.

O queniano Zablon Chumba foi o grande vencedor da Maratona do Porto, este domingo, batendo o recorde da maratona do Porto, ao vencer a 17.ª edição, em 2.08.58 horas, retirando sete segundos ao anterior máximo, detido desde 2018 pelo ugandês Robert Chemonges.

Já a etíope Kidsan Alema, de 26 anos, dominou a prova feminina da maratona do Porto, também graças a um renovado recorde individual, de 2.28.01 horas, sendo ladeada no pódio pelas compatriotas Shewarge Alene Amare (2.28.16) e Motu Megersa (2.28.56).

Carlos Costa (São Salvador do Campo), oitavo da classificação geral, com 2.22.44 horas, foi o melhor português, enquanto Solange Jesus (Feirense), 17.ª, ao fim de 2.33.21, sobressaiu nas mulheres.

Os momentos que antecederam o tiro de partida foram preenchidos pela alegria contagiante dos atletas por estarem novamente a participar no maior evento de atletismo do ano.

O tiro de partida foi dado às 9h00 pela Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, que também participou na caminhada de 6 km da Fun Race.

Alinhados em frente ao Sea Life Porto, foram cerca de 8.000 participantes, entre a prova da Maratona do Porto (42 km), que, cada um a seu ritmo, deram início a esta memorável edição do evento.

Este ano, a marginal do Porto e Matosinhos encantou os atletas de 57 nacionalidades que percorreram a bela frente atlântica desde o Farol da Boa Nova até à ponte do Freixo, passando pela Ponte Móvel do Porto de Leixões, a bela marginal de Matosinhos, a Anémona, a Foz e a Ribeira.